blog de
D. Betrand
de Orleans e Bragança
Publicações
Busca
Receba um aviso a cada nova publicação.

Perfil
D. Bertrand de Orleans e Bragança

O Príncipe Dom Bertrand de Orleans e Bragança é trineto de Dom Pedro II e bisneto da Princesa Isabel, a Redentora.
É advogado formado pela Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, da USP. Coordenador e porta-voz do movimento   Paz no Campo, percorre o Brasil fazendo conferências para produtores rurais e empresários, em defesa da propriedade privada e da livre iniciativa. Alerta para os efeitos deletérios da Reforma Agrária e dos movimentos ditos sociais, que querem afastar o Brasil dos rumos benditos da Civilização Cristã, que seus antepassados tanto ajudaram a construir no País, hoje assolado por uma revolução cultural de carater socialista.

D. Bertrand responde no YouTube.
  1. Sobre Paz no Campo
  2. Sobre o MST
  3. Sobre os Quilombolas
  4. Sobre raça negra e escravatura
  5. Sobre o MST e o poder
  6. Sobre invasões do MST
  7. Sobre Reforma Agrária

O presidente e a Amazônia

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Desafio é fazer cumprir o Código Florestal e garantir a gestão das áreas já atribuídas


❖ QUARTA-FEIRA, 7 DE NOVEMBRO DE 2018POSTAGEM:1428

O presidente e a Amazônia

Desafio é fazer cumprir o Código Florestal e garantir a gestão das áreas já atribuídas

Evaristo de Miranda, doutor em Ecologia


O Estado de S.Paulo, 07 Novembro 2018 | 03h30

 As eleições presidenciais trouxeram debates e polêmicas também sobre ocupação e preservação da Amazônia. Visões alarmistas denunciaram a iminente devastação florestal, o abandono das políticas de conservação e a agropecuária como vetor de devastação. Até a revista britânica The Economist vaticinou sobre o tema. Mas qual a situação efetiva da proteção e da preservação da vegetação nativa no bioma Amazônia? Qual o papel das políticas públicas na manutenção das florestas? Qual a parte do mundo rural na preservação?

Pesquisa recente da Embrapa traz respostas objetivas a essas indagações e aponta o real desafio amazônico do novo presidente da República.

A proteção da vegetação nativa - No Brasil, o bioma Amazônia ocupa cerca de 4,2 milhões de quilômetros quadrados, praticamente a metade do País (49,4%). Ele engloba Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima, além de parte de Mato Grosso, Maranhão e Tocantins.

As unidades de conservação de proteção integral, como estações ecológicas e parques nacionais, são 204 no bioma Amazônia e totalizam uma área superior a 76 milhões de hectares. Elas recobrem 18% do bioma, excluem a presença humana e não admitem nenhuma atividade produtiva. Reservas extrativistas e de desenvolvimento sustentável não fazem parte desse conjunto de proteção integral.

Também há 330 terras indígenas legalmente atribuídas no bioma Amazônia, sob a gestão da Funai. Elas totalizam quase 107 milhões de hectares e recobrem 25,4% do bioma.

Existem sobreposições entre as 534 áreas atribuídas a meio ambiente e povos indígenas.Descontadas as sobreposições, elas totalizam 171,5 milhões de hectares de áreas protegidas e 40,8% do bioma.

As áreas militares, cadastradas com florestas nacionais, totalizam cerca de 2,7 milhões de hectares e 0,6% do bioma Amazônia. No total, unidades de conservação integral, terras indígenas e áreas militares protegem hoje 174,2 milhões de hectares ou 41,4% do bioma.

A preservação da vegetação nativa - Até o advento do Cadastro Ambiental Rural (CAR), a contribuição dos agricultores, pecuaristas e extrativistas à preservação ambiental na Amazônia era subestimada e pouco conhecida. Criado e exigido pelo Código Florestal (Lei 12.651/12), esse registro eletrônico obrigatório tornou-se um relevante instrumento de planejamento agrícola e socioambiental.


Até agosto de 2018, no bioma Amazônia registraram-se no CAR mais de 468 mil imóveis rurais, incluindo reservas extrativistas e de desenvolvimento sustentável. A Embrapa Territorial analisou esse big data geocodificado. E mapeou com dez metros de detalhe a área dedicada à preservação da vegetação nativa em terras extrativistas e de agropecuária, em cada imóvel rural, município, microrregião, estado e no bioma (www.embrapa.br/car). Uma área total de 103,1 milhões de hectares está dedicada à preservação da vegetação nativa pelo mundo rural. Isso corresponde a 24,6% do bioma Amazônia e a 64% da área dos imóveis. Ou seja, o mundo rural preserva, em meio às suas atividades produtivas, um quarto do bioma Amazônia e dois terços de seus imóveis.


Um bioma protegido e preservado - Em resumo, as 534 áreas de proteção mais estrita (unidades de conservação integral e terras indígenas) totalizam 171,5 milhões de hectares e alcançam 40,8% do bioma Amazônia. Com as áreas militares essa porcentagem chega a 41,4%. Em mais de 468 mil imóveis rurais, pelos dados do CAR, as áreas dedicadas à preservação da vegetação nativa totalizam 103,1 milhões de hectares ou 24,6% do bioma.


O total de áreas legalmente protegidas e preservadas, devida e detalhadamente mapeadas, é de 277,3 milhões de hectares, 66,1% ou dois terços da Amazônia. Para o mundo rural e para os órgãos governamentais, isso implica um grande custo operacional e patrimonial, ainda por calcular.

Sem descontar áreas urbanas e de mineração, cuja dimensão é muito pequena em relação ao total da região, existem ainda cerca de 83,8 milhões de hectares passíveis de ocupação no bioma Amazônia. Em sua maioria, são áreas inundáveis, superfícies hídricas do Rio Amazonas e terras pouco propícias ao extrativismo e à agropecuária, sem acesso logístico. Em boa parte, trata-se de terras devolutas.

O real desafio - Mesmo diante da hipótese muito pouco provável de uma futura ocupação integral dessas áreas pelo mundo rural, o Código Florestal já impõe o limite de 20% para uso e exploração (desmatamento legal). A área de reserva legal prevista para a vegetação nativa é de 80%. Assim, cerca de adicionais 67 milhões de hectares, ou 16% da região, já estão prévia e legalmente destinados à preservação, por exigência do Código Florestal.


O País já abriu mão de explorar e usar 82% do bioma Amazônia, com todas essas áreas legalmente destinadas à proteção e à preservação da vegetação nativa. Uma área maior do que a Índia! Esse fato precisa ser mais bem conhecido e reconhecido. Que outro país no mundo dedica 3,5 milhões de quilômetros quadrados à preservação? Tente alguém propor essa área em preservação aos Estados Unidos, ao Canadá, à Rússia ou à China. A proteção ambiental da Amazônia é um exemplo sem equivalente no planeta, em valores absolutos e relativos, como atestam documentos internacionais (IUCN, 2016. ProtectedPlanet Reports).


O desafio do presidente Jair Bolsonaro não é criar mais áreas de conservação, mas, sim, fazer cumprir o Código Florestal e garantir a gestão das áreas já atribuídas, públicas e privadas. E encontrar meios de cobrar dos beneficiários, urbe et orbi, pelos serviços ambientais da preservação da nossa Amazônia. Manter a integridade desse imenso patrimônio natural, sobretudo em face de atividades ilegais, exige mais recursos e menos alarme.

*Doutor em Ecologia, Evaristo de Miranda é Chefe-Geral da Embrapa Territorial


Bolsonaro venceu em dioceses governadas por bispos amigos do PT

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Bolsonaro venceu com folga em dioceses governadas por bispos próximos do PT ou que se engajaram na campanha de Haddad


❖ SEGUNDA-FEIRA, 5 DE NOVEMBRO DE 2018POSTAGEM:1427


Telegrama do IPCO ao Presidente eleito Jair Bolsonaro

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Telegrama do IPCO ao Presidente eleito Jair Bolsonaro


❖ QUARTA-FEIRA, 31 DE OUTUBRO DE 2018POSTAGEM:1426


Comunicado do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Comunicado do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira.


❖ TERÇA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2018POSTAGEM:1425


Demarcação de área indígena no Paraná

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Documento identifica 24 mil hectares de terras em Altônia, Guaíra e Terra Roxa para criação de reserva indígena, mas que são ocupadas há anos por produtores rurais


❖ QUARTA-FEIRA, 17 DE OUTUBRO DE 2018POSTAGEM:1424


A Agricultura paulista nas mãos da Justiça

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Os agricultores paulistas dedicam à preservação da vegetação nativa mais de 4,1 milhões de hectares.


❖ TERÇA-FEIRA, 16 DE OUTUBRO DE 2018POSTAGEM:1423


Ditadura do PT

sábado, 13 de outubro de 2018

O PT quer vencer a eleição e por fim à democracia, criar comitês externos ao Judiciário e censurar os meios de comunicação


❖ SÁBADO, 13 DE OUTUBRO DE 2018POSTAGEM:1422


Zé Dirceu: ? Nós vamos tomar o poder!

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

É questão de tempo pra gente tomar o poder. Aí nós vamos tomar o poder, que é diferente de ganhar uma eleição


❖ SEGUNDA-FEIRA, 8 DE OUTUBRO DE 2018POSTAGEM:1420


Antropólogo denuncia FUNAI: “é um órgão aparelhado para fazer do índio uma massa de manobra”

terça-feira, 25 de setembro de 2018

Antropólogo denuncia FUNAI: “é um órgão aparelhado para fazer do índio uma massa de manobra”


❖ TERÇA-FEIRA, 25 DE SETEMBRO DE 2018POSTAGEM:1419


Cercear as liberdades para “salvar o clima”?

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Na ótica ambientalista, o que seria necessário para “salvar o planeta”? As respostas vão da banalidade demagógica ao disparate extremado.


❖ QUARTA-FEIRA, 19 DE SETEMBRO DE 2018POSTAGEM:1418


Cultivar é preciso

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Os satélites meteorológicos revolucionaram o conhecimento do clima e a previsão do tempo. Essa evolução não para.


❖ TERÇA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2018POSTAGEM:1417


Polícia Federal investiga ‘fábrica’ de índios na Funai

domingo, 16 de setembro de 2018

Na investigação iniciada no Paraná, a Polícia Federal já identificou mais de uma centena de irregularidades e fraudes para a emissão e obtenção de documentos, além de revelar um possível envolvimento de servidores da Fundação Nacional do índio (Funai) para facilitar o acesso dos documentos de nacionalidade brasileira aos paraguaios.


❖ DOMINGO, 16 DE SETEMBRO DE 2018POSTAGEM:1416


Liturgia esotérica

terça-feira, 4 de setembro de 2018

A nova liturgia amazônica inculturada adotará costumes tirados da bruxaria local


❖ TERÇA-FEIRA, 4 DE SETEMBRO DE 2018POSTAGEM:1415


Os únicos pecados são a catequização e a civilização 2

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Documento preparatório do Sínodo especial sobre a Amazônia 2


❖ SEGUNDA-FEIRA, 3 DE SETEMBRO DE 2018POSTAGEM:1414


Indios de Dourados ampliam invasões com apoio da Funai e Sesai

sábado, 1 de setembro de 2018

Com apoio da Funai e da Sesai, índios ampliam invasões


❖ SÁBADO, 1 DE SETEMBRO DE 2018POSTAGEM:1413


Cinco anos do pontificado de Francisco

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

O autor sustenta a tese de que a "mudança de paradigma" --conceito adotado pelo papa Francisco-- transmite a ideia de ruptura ou descontinuidade e, em consequência, de uma nova fisionomia da igreja e do papado, a ponto de alguns chegarem a falar de "uma nova Igreja de Francisco".


❖ QUARTA-FEIRA, 29 DE AGOSTO DE 2018POSTAGEM:1412


Igreja ecológica amazônica dispensa a Redenção

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Esse Sínodo visaria a “conversão pastoral e ecológica” para uma nova interpretação da religião católica que acaba dando no contrário do Antigo e do Novo Testamento.


❖ QUINTA-FEIRA, 16 DE AGOSTO DE 2018POSTAGEM:1411


Futuro da Colômbia com o Presidente Duque

segunda-feira, 13 de agosto de 2018

A Colômbia se manifestou nas urnas contra essas propostas populistas de esquerda, e ao mesmo tempo elegeu o principal adversário do atual presidente Juan Manuel Santos. Ivan Duque teve pouco mais de 10 milhões de votos, contra 8 milhões de Gustavo Petro.


❖ SEGUNDA-FEIRA, 13 DE AGOSTO DE 2018POSTAGEM:1410


Igreja ecológica panamazônica enxota Jesus Cristo e endeusa o pajé

segunda-feira, 13 de agosto de 2018

A jornalista holandesa Jeanne Smits ficou estarrecida quando tomou conhecimento do documento preparatório do Sínodo especial sobre a Amazônia.


❖ SEGUNDA-FEIRA, 13 DE AGOSTO DE 2018POSTAGEM:1409


Agricultura lidera a preservação ambiental

terça-feira, 31 de julho de 2018

O mundo rural brasileiro utiliza, em média, apenas a metade da superfície de seus imóveis (50,1%). A área dedicada à preservação da vegetação nativa nos imóveis rurais – registrados e mapeados no Cadastro Ambiental Rural (CAR) – representa um quarto do território nacional (25,6%).


❖ TERÇA-FEIRA, 31 DE JULHO DE 2018POSTAGEM:1408


As fábricas indígenas

segunda-feira, 30 de julho de 2018

A Polícia Federal do Paraná anunciou que estaria realizando uma investigação nas chamadas "fábricas indígenas", ou seja, nas operações que visam a vinda de índios de outros países para o Brasil, que conseguem certidão de nascimento brasileira e usufruem dos direitos reservados à comunidade indígena do país.


❖ SEGUNDA-FEIRA, 30 DE JULHO DE 2018POSTAGEM:1407


A Mudança de Paradigma do Papa Francisco

sábado, 28 de julho de 2018

”A MUDANÇA DE PARADIGMA DO PAPA FRANCISCO: Continuidade ou ruptura na missão da Igreja?“


❖ SÁBADO, 28 DE JULHO DE 2018POSTAGEM:1406


O Javaporco e a política

segunda-feira, 9 de julho de 2018

Voraz, o Javaporco não come o que destrói. Em plantações os pés de milho são cortados rente ao chão e as espigas levemente roídas, muitas intocadas, são perdidas. A destruição chega a 4, 5 hectares em apenas uma noite.


❖ SEGUNDA-FEIRA, 9 DE JULHO DE 2018POSTAGEM:1405


Projeto de governo global “verde” anticristão

segunda-feira, 2 de julho de 2018

O ecologismo em seu nascedouro se manifestou como uma nova religiosidade que eleva a natureza à categoria de divindade de tipo panteísta.


❖ SEGUNDA-FEIRA, 2 DE JULHO DE 2018POSTAGEM:1404


A máfia das demarcações de terras!

sábado, 16 de junho de 2018

Outra “máfia” foi revelada pela CPI da Funai/Incra, concluída em 2017, que descobriu como funciona o esquema por trás da reforma agrária, que é um grande e lucrativo negócio político e econômico.


❖ SÁBADO, 16 DE JUNHO DE 2018POSTAGEM:1403


Transposição do São Francisco tira 1 milhão do colapso

segunda-feira, 11 de junho de 2018

O bispo da cidade de Barra (BA), dom Luiz Flávio Cappio, trabalhou empenhadamente para que essa transposição do Rio São Francisco não acontecesse.


❖ SEGUNDA-FEIRA, 11 DE JUNHO DE 2018POSTAGEM:1402


Conferência Guerra Justa

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Conferência “Guerra Justa: Do Império Romano ao Estado Islâmico” – 28/05/2018


❖ QUINTA-FEIRA, 24 DE MAIO DE 2018POSTAGEM:1401


Convite Ideologia de Gênero

quarta-feira, 4 de abril de 2018

A investida Internacional, cultural e sexual continua propagando a absurda Ideologia de Gênero.


❖ QUARTA-FEIRA, 4 DE ABRIL DE 2018POSTAGEM:1400


Prefeito de Guaíra desmente a FUNAI através de fotos via satélite

sexta-feira, 23 de março de 2018

Heraldo Trento Prefeito de Guaíra, usou a tecnologia Google Earth para provar que esses “índios” (na realidade, paraguaios manipulados) começaram a aportar na região muito recentemente.


❖ SEXTA-FEIRA, 23 DE MARÇO DE 2018POSTAGEM:1399


Confirmação do Código Florestal

sábado, 3 de março de 2018

Confirmação do Código Florestal.Num Estado Democrático de Direito, basta a aprovação do Legislativo, com a sanção do Executivo, para que uma lei tenha plena vigência.


❖ SÁBADO, 3 DE MARÇO DE 2018POSTAGEM:1398