blog de
D. Bertrand
de Orleans e Bragança
Publicações
Busca
Receba um aviso a cada nova publicação.

Perfil
D. Bertrand de Orleans e Bragança

O Príncipe Dom Bertrand de Orleans e Bragança é trineto de Dom Pedro II e bisneto da Princesa Isabel, a Redentora.
É advogado formado pela Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, da USP. Coordenador e porta-voz do movimento   Paz no Campo, percorre o Brasil fazendo conferências para produtores rurais e empresários, em defesa da propriedade privada e da livre iniciativa. Alerta para os efeitos deletérios da Reforma Agrária e dos movimentos ditos sociais, que querem afastar o Brasil dos rumos benditos da Civilização Cristã, que seus antepassados tanto ajudaram a construir no País, hoje assolado por uma revolução cultural de carater socialista.

D. Bertrand responde no YouTube.
  1. Sobre Paz no Campo
  2. Sobre o MST
  3. Sobre os Quilombolas
  4. Sobre raça negra e escravatura
  5. Sobre o MST e o poder
  6. Sobre invasões do MST
  7. Sobre Reforma Agrária

Bolsonaro ao lado de indígenas

segunda-feira, 22 de abril de 2019

Bolsonaro ressaltou que, se as comunidades indígenas quiserem, devem ter liberdade para produzir e obter recursos minerais no território.


❖ SEGUNDA-FEIRA, 22 DE ABRIL DE 2019POSTAGEM:1447


Presidente Jair Bolsonaro faz transmissão ao vivo para redes sociais ao lado de indígenas



O índio tem de ser respeitado e vai ser respeitado enquanto vida eu tiver, e ponto final


O presidente Jair Bolsonaro recebeu ontem (17) no Palácio do Planalto, um grupo de indígenas das etnias Parecis (Mato Grosso), Macuxi (Roraima), Xucuru (Pernambuco) e Yanomamis (Amazonas/Roraima), que reivindicam o direito de explorar as reservas tradicionais. Eles foram levados ao encontro com o presidente pelo secretário de Assuntos Fundiários do governo, Naban Garcia. O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) também participou da transmissão e foi um dos articuladores do encontro.

A reunião foi transmitida ao vivo (Live) em sua página no Facebook onde defendeu vigorosamente a possibilidade das comunidades indígenas desenvolverem atividades de mineração e agropecuária em seus territórios.

Bolsonaro ressaltou que, se as comunidades indígenas quiserem, devem ter liberdade para produzir e obter recursos minerais no território. 'O que nós pudermos fazer para que vocês tenham autonomia sobre todo o perímetro geográfico de vocês, nós faremos', afirmou o presidente sobre a possibilidade de permitir a exploração econômica das reservas.


Presidente Jair Bolsonaro faz transmissão ao vivo para redes sociais ao lado de indígenas


'Em Roraima, tem trilhões de reais embaixo da terra. E o índio tem o direito de explorar isso de forma racional, obviamente. O índio não pode continuar sendo pobre em cima de terra rica', acrescentou.

Primeiro a falar na transmissão, Arnaldo Parecis destacou o desejo de parte dos indígenas de obter permissão para desenvolver atividades agropecuárias nas áreas demarcadas. Ele se apresentou como integrante do grupo de índios agricultores. 'Grande parte da população indígena legitimamente representada por nós, índios, tem interesse de desenvolver atividades agrícolas, minerais ou de exploração, de maneira sustentável, dentro das nossas terras, para melhorar a nossa qualidade de vida, suprindo a necessidade de alimentos, a desocupação nas nossas terrar por falta de trabalho', afirmou.



Segundo Abel Macuxi, de Roraima, a proibição de exploração da terra mantém as comunidades em situação de pobreza. 'Nós estamos em cima da riqueza, mas ainda continuamos pobres. Viemos aqui representar nossos agricultores que querem plantar, mas não têm apoio', disse Abel, que reivindicou o direito de praticar atividades pecuárias nas terras demarcadas. 'Eles ficam proibindo a gente de criar gado. O índio não pode ser fazendeiro, por que será? Somos todos iguais', acrescentou.

A etnia Yanomami, foi representada por Timóteo, que se denomina professor da floresta e pediu maior apoio da FUNAI aos Yanomamis, que querem melhoras na educação, legalização da mineração para os índios, saúde e medicamentos, enfim melhoria para o povo Yanomami , reclama.

Irisnaide de Souza Silva, a Professora Irisnaide, da etnia Macuxi (Roraima) como é conhecida pela comunidade roraimense é a única representante feminina do grupo; Falou representando 56 comunidades do Estado de Roraima (Raposa Serra do Sol).



Defendeu a cultura indígena, mas preservando uma condição de vida melhor, onde possa haver progresso em suas comunidades, com o funcionamento da agricultura, piscicultura, mineração e outras melhorias, para que sejam capazes de produzir com tranquilidade, em segurança e dentro da legalidade.

Hoje o quadro é diferente, pois trabalham com receio e medo. Reivindica para a comunidade indígena uma Educação e Saúde de qualidade nas Reservas.

Conta que já estão se organizando em cooperativas, mas precisam de todo o apoio que o governo federal possa dar. Acha importante este contato direto com o presidente da República, sem intermediários e sem ONGs para representa-los. Bolsonaro fez um compromisso de ajuda. “O que nós pudermos fazer para que vocês tenham autonomia sobre todo o perímetro geográfico que vocês ocupam, vocês terão de nossa parte”, afirmou o presidente.


Em Roraima, tem trilhões de reais embaixo da terra. E o índio tem o direito de explorar isso de forma racional, obviamente. O índio não pode continuar sendo pobre em cima de terra rica', acrescentou


O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) diz que o presidente vem transmitindo uma confiança enorme a essas comunidades indígenas. “Nós temos nove etnias em nosso estado e estamos permanentemente ligados com eles e entendemos que o índio tem de estar incorporado a comunhão nacional. Tudo que nós precisamos é tudo também o que eles precisam nas suas atividades econômicas, nas áreas de mineração,de turismo e agricultura de alto rendimento. E aqui eles falaram de uma coisa muito verdadeira. Até dificuldades para plantar eles têm. Então acredito que com essa determinação do seu governo, haverá um novo realinhamento e o Congresso Nacional está preparado para votar todos esses projetos que forem para melhorar as condições de vida dessa convivência entre os nossos índios”,ressalta o senador.

“Nós temos mais de 800 mil indígenas em nosso país que tem de ser respeitados, mas acima de tudo a valorização que o governo Jair Bolsonaro está dando, vai fazer com que eles se sintam agora fortalecidos. Nós temos comunidades que produzem 15 mil hectares, mostrando que eles são tão capazes quanto os brancos. Ficamos muito felizes”, salienta.

“Vamos levar essa mensagem para o Congresso e no Senado da República. Vamos apresentar os projetos que vão facilitar e fazer com que destrave essas dificuldades com que estão mergulhados hoje. Tenho certeza que hoje os índios do Brasil, sabem que tem um braço estendido e uma mão amiga para melhorar as suas condições de vida e a sua inserção na comunhão nacional”, enfatiza o senador Chico Rodrigues.

O presidente Bolsonaro encerrou o encontro afirmando “ O índio tem de ser respeitado e vai ser respeitado enquanto vida eu tiver, e ponto final. Vai ser respeitado o interesse do índio”, finalizou.

Bolsonaro criticou a atuação de organizações não governamentais (ONGs) em questões indígenas e ressaltou que não aceitará 'intermediários' na relação do governo com os índios.

'O povo indígena é o que diz o que a Funai vai fazer. Se não for assim, eu corto toda a diretoria da Funai', afirmou.

A primeira-dama Michelle Bolsonaro, estava presente no encontro.

Constituição

O Artigo 231 da Constituição Federal condiciona atividades minerais no território indígena à prévia autorização do Congresso Nacional e à concordância da população indígena que vive sobre o território. Pela Constituição, as reservas tradicionais demarcadas são de 'usufruto exclusivo' dos indígenas, incluindo as riquezas do solo, dos rios e dos lagos nelas existentes.

Como existem dúvidas sobre como seria autorizada a exploração agropecuária em terras indígenas – com aprovação do Parlamento ou por meio de decreto presidencial – Bolsonaro prometeu enviar ao Legislativo projeto com esse objetivo, caso seja necessário.

'Se depender do Parlamento, vamos apresentar propostas ao Parlamento brasileiro, que é soberano para decidir essas questões. E se Deus quiser, vamos tirar o índio da escravidão de péssimos brasileiros e de ONGs internacionais', afirmou.

Com informações da Agência Brasil

Assista o encontro (Clique no link) https://www.facebook.com/jairmessias.bolsonaro/videos/965431323847896/

Fonte: Milton Atanazio


MPF não respeita a propriedade

terça-feira, 19 de março de 2019

Justiça nega pedido de proprietários rurais para impugnar demarcação de terra indígena. MPF defende direito preexistente dos índios sobre terras que tradicionalmente ocupam e que prevalece sobre o título de posse


❖ TERÇA-FEIRA, 19 DE MARÇO DE 2019POSTAGEM:1446


Nos bastidores, sem demarcação

segunda-feira, 18 de março de 2019

“Pelo que entendi do governo não haverá mais demarcações no Paraná”, diz Sérgio Souza


❖ SEGUNDA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2019POSTAGEM:1445


MST: atuação ilegal e doutrinação de crianças

sábado, 16 de fevereiro de 2019

A imprensa informa que Luiz Antonio Nabhan Garcia [foto abaixo], Secretário Especial de Assuntos Fundiários do governo Bolsonaro, pretende fechar escolas dirigidas pelo MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem terra) por evidente doutrinação ideológica feita nos locais.


❖ SÁBADO, 16 DE FEVEREIRO DE 2019POSTAGEM:1444


O Sínodo sobre a Amazônia e a soberania nacional

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Acabou acontecendo. Sendo o Brasil um Estado que se declara laico, está agora envolvo num turbilhão internacional de fundo religioso que poderá custar sua soberania sobre a Amazônia.


❖ QUARTA-FEIRA, 13 DE FEVEREIRO DE 2019POSTAGEM:1443


Legislação trabalhista no campo é inadequada

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Legislação trabalhista no campo é inadequada


❖ QUINTA-FEIRA, 31 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1442


Bolsonaro em Davos

domingo, 27 de janeiro de 2019

Bolsonaro em Davos


❖ DOMINGO, 27 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1441


Ministro do Meio Ambiente critica multa milionária a índios

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Ministro do Meio Ambiente critica multa milionária a índios que plantam transgênicos


❖ QUINTA-FEIRA, 24 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1440


Farms here, forest there

domingo, 20 de janeiro de 2019

Farms here, forest there


❖ DOMINGO, 20 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1439


Entrevista no Canal do Boi

sábado, 19 de janeiro de 2019

Zebu Para o Mundo


❖ SÁBADO, 19 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1438


Discurso do chanceler, reação das esquerdas e missão do Brasil

sábado, 12 de janeiro de 2019

O discurso de posse do chanceler Ernesto Araújo ecoou pela mídia nacional e internacional e estabeleceu um marco divisório entre a ruptura dos 13 anos petistas com a tradição brasileira e a nova fase que se inicia.


❖ SÁBADO, 12 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1437


43 - Meio Ambiente - Evaristo de Miranda (Embrapa)

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Assista a "43 - Meio Ambiente - Evaristo de Miranda (Embrapa)" no YouTube


❖ SEXTA-FEIRA, 11 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1435


General Heleno - índios não precisam de tratamento diferenciado

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

General Heleno diz que índios não precisam de tratamento diferenciado


❖ QUINTA-FEIRA, 10 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1434


Reforma agrária e demarcações serão revistas

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Reforma agrária e demarcações serão revistas


❖ TERÇA-FEIRA, 8 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1433


Estado criminoso desarmando o cidadão

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

O Estado foi criminoso quando desarmou o cidadão sem condições de desarmar o bandido


❖ SEGUNDA-FEIRA, 7 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1432


PT seita comunista

sábado, 5 de janeiro de 2019

Entrevista do programa Zebu Para o Mundo realizada em 25/12/2018


❖ SÁBADO, 5 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1431


Importância do marco temporal

segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

O magistrado se baseou no critério do "marco temporal", que só reconhece o direito indígena de terras onde as comunidades tradicionais estavam presentes no ano de 1988.


❖ SEGUNDA-FEIRA, 24 DE DEZEMBRO DE 2018POSTAGEM:1430


Prof. Molion: o aquecimento global e as falcatruas em torno dele

sábado, 15 de dezembro de 2018

Prof. Molion: o aquecimento global e as falcatruas em torno dele


❖ SÁBADO, 15 DE DEZEMBRO DE 2018POSTAGEM:1429


O presidente e a Amazônia

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Desafio é fazer cumprir o Código Florestal e garantir a gestão das áreas já atribuídas


❖ QUARTA-FEIRA, 7 DE NOVEMBRO DE 2018POSTAGEM:1428


Bolsonaro venceu em dioceses governadas por bispos amigos do PT

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Bolsonaro venceu com folga em dioceses governadas por bispos próximos do PT ou que se engajaram na campanha de Haddad


❖ SEGUNDA-FEIRA, 5 DE NOVEMBRO DE 2018POSTAGEM:1427


Telegrama do IPCO ao Presidente eleito Jair Bolsonaro

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Telegrama do IPCO ao Presidente eleito Jair Bolsonaro


❖ QUARTA-FEIRA, 31 DE OUTUBRO DE 2018POSTAGEM:1426


Comunicado do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Comunicado do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira.


❖ TERÇA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2018POSTAGEM:1425


Demarcação de área indígena no Paraná

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Documento identifica 24 mil hectares de terras em Altônia, Guaíra e Terra Roxa para criação de reserva indígena, mas que são ocupadas há anos por produtores rurais


❖ QUARTA-FEIRA, 17 DE OUTUBRO DE 2018POSTAGEM:1424


A Agricultura paulista nas mãos da Justiça

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Os agricultores paulistas dedicam à preservação da vegetação nativa mais de 4,1 milhões de hectares.


❖ TERÇA-FEIRA, 16 DE OUTUBRO DE 2018POSTAGEM:1423


Ditadura do PT

sábado, 13 de outubro de 2018

O PT quer vencer a eleição e por fim à democracia, criar comitês externos ao Judiciário e censurar os meios de comunicação


❖ SÁBADO, 13 DE OUTUBRO DE 2018POSTAGEM:1422


Zé Dirceu: ? Nós vamos tomar o poder!

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

É questão de tempo pra gente tomar o poder. Aí nós vamos tomar o poder, que é diferente de ganhar uma eleição


❖ SEGUNDA-FEIRA, 8 DE OUTUBRO DE 2018POSTAGEM:1420


Antropólogo denuncia FUNAI: “é um órgão aparelhado para fazer do índio uma massa de manobra”

terça-feira, 25 de setembro de 2018

Antropólogo denuncia FUNAI: “é um órgão aparelhado para fazer do índio uma massa de manobra”


❖ TERÇA-FEIRA, 25 DE SETEMBRO DE 2018POSTAGEM:1419


Cercear as liberdades para “salvar o clima”?

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Na ótica ambientalista, o que seria necessário para “salvar o planeta”? As respostas vão da banalidade demagógica ao disparate extremado.


❖ QUARTA-FEIRA, 19 DE SETEMBRO DE 2018POSTAGEM:1418


Cultivar é preciso

terça-feira, 18 de setembro de 2018

Os satélites meteorológicos revolucionaram o conhecimento do clima e a previsão do tempo. Essa evolução não para.


❖ TERÇA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2018POSTAGEM:1417


Polícia Federal investiga ‘fábrica’ de índios na Funai

domingo, 16 de setembro de 2018

Na investigação iniciada no Paraná, a Polícia Federal já identificou mais de uma centena de irregularidades e fraudes para a emissão e obtenção de documentos, além de revelar um possível envolvimento de servidores da Fundação Nacional do índio (Funai) para facilitar o acesso dos documentos de nacionalidade brasileira aos paraguaios.


❖ DOMINGO, 16 DE SETEMBRO DE 2018POSTAGEM:1416