blog de
D. Bertrand
de Orleans e Bragança
Publicações
Busca
Receba um aviso a cada nova publicação.

Perfil
D. Bertrand de Orleans e Bragança

O Príncipe Dom Bertrand de Orleans e Bragança é trineto de Dom Pedro II e bisneto da Princesa Isabel, a Redentora.
É advogado formado pela Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, da USP. Coordenador e porta-voz do movimento   Paz no Campo, percorre o Brasil fazendo conferências para produtores rurais e empresários, em defesa da propriedade privada e da livre iniciativa. Alerta para os efeitos deletérios da Reforma Agrária e dos movimentos ditos sociais, que querem afastar o Brasil dos rumos benditos da Civilização Cristã, que seus antepassados tanto ajudaram a construir no País, hoje assolado por uma revolução cultural de carater socialista.

D. Bertrand responde no YouTube.
  1. Sobre Paz no Campo
  2. Sobre o MST
  3. Sobre os Quilombolas
  4. Sobre raça negra e escravatura
  5. Sobre o MST e o poder
  6. Sobre invasões do MST
  7. Sobre Reforma Agrária

Esqueçam Greta e ouçam os índios.

quarta-feira, 11 de março de 2020

Esqueçam Greta e ouçam os índios. Ambientalistas do mundo inteiro, acordem! Prestem atenção na realidade tal qual ela é, e deixem de sustentar mitos e mentiras.


❖ QUARTA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2020POSTAGEM:1455

Sem Medo da Verdade
Boletim Eletrônico de Atualidades - N° 377 - 11/03/2020
www.paznocampo.org.br


Caso não esteja visualizando o texto deste boletim, acesse através do endereço
http://www.paznocampo.org.br/boletim

Esqueçam Greta e ouçam os índios.

 

 

Hélio Brambilla

 

No livro Casa Grande e Senzala, Gilberto Freire expõe com precisão e acerto um dos elementos fundamentais da nacionalidade brasileira, quando na Batalha de Guararapes se uniram três etnias - branca, índia e negra - contra os hereges holandeses. Ele descendia de índios, mas não discorreu muito sobre a questão indígena, pois trabalhava com a hipótese de os silvícolas se inserirem paulatinamente na sociedade brasileira. Lembra, a propósito, que a filha do Cacique Arco Verde,saída do sertão, foi criada quase como uma princesa na mais alta aristocracia portuguesa.

 

Batalha de Guararapes - Victor Meirelles (1832-1903). Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro.

 

Gilberto Freire preconizava uma urbanização aquática para as nossas regiões quentes, como as que existem em cidades amazonenses, inclusive Manaus, onde muitas casas flutuam sobre as águas. Ao discorrer sobre o seu ideal de desenvolvimento, ele queria que a hidrovia fosse o meio principal de escoamento dos produtos da região, nomeadamente os óleos essenciais para medicina, farmacopeia e cosméticos.

 

Posição equivalente, a propósito da mesma gama de atividades, é a do livro Amazônia do mundo verde, sonho da humanidade, em que Gilberto Mestrinho - ex-governador do Amazonas, um político com visão de Estado - alerta para a cobiça internacional sobre a Amazônia. Qual a razão dessa cobiça? O seu grande potencial de riquezas, que abrange vários setores da economia. Nosso espaço não nos permite abordar assunto tão vasto, por isso nos limitamos ao aproveitamento das várzeas dos grandes rios e lagos para o cultivo e a agropecuária.

 

Segundo Mestrinho, em decorrência do degelo nos Andes e das chuvas torrenciais, que caem na região num determinado período do ano, o Rio Amazonas sobe 20 metros ou mais,alcançando em alguns pontos até 200 quilômetros de largura. Com a estiagem e o inverno dos Andes, os rios voltam à calha principal, deixando ao longo de milhares de quilômetros das suas margens uma larga várzea que, num cálculo preliminar ultrapassa 20 milhões de hectares. Alagam-se nas cheias, e na estiagem refluem as águas dessas terras descampadas e sem árvores, deixando-as altamente adubadas pelos sedimentos trazidos pelas águas; sobretudo o calcário, que os pecuaristas usam para terminar a engorda do gado.

 

Quando a água diminui,imensas barcaças/currais transportam para esses locais centenas de garrotes,que ao cabo de seis meses já estão prontos para o abate. Quinze dias após baixarem as águas, nasce o capim nativo, o arroz selvagem ('arroz de marreca'), altamente nutritivo e saudável para o gado.

 

Mestrinho mostra o incremento significativo de nossa agricultura intensiva e especializada, ao serem assim incorporados mais de 20 milhões de hectares durante seis meses do ano. Se não podem ser aproveitados nos 365 dias, em razão da inundação, seu benefício é fartamente compensado pelos nutrientes abundantes - um presente das águas, como acontece nas férteis margens do rio Nilo, no Egito.

 

Ao abordar esse assunto, não estamos imaginando a Amazônia habitada pelos muitos varões de Plutarco. Falamos de brasileiros como nós, dos quais vale a pena saber o que dizem e pensam, especialmente sobre essas áreas que lhes pertencem, e que eles conhecem muito melhor que qualquer burocrata. O próprio Mestrinho, aliás,descende de cearenses e índios tikuna, e se incorporou à sociedade amazonense.

 

Somos partidários da preservação da floresta, mas é bom contar aos jornalistas desinformados (ou informados, sim, mas mal intencionados) que basicamente foram destinadas à produção as áreas de cerrado, cerradinho e cerradão, e apenas uma parte pequena da floresta úmida (rain forest). Gostaríamos que nos próximos anos as queimadas diminuam. No entanto, se progredirem no ritmo deste ano, as florestas úmidas só serão consumidas dentro de uns 500 anos, segundo cálculos seguros.

 

A mídia mundial tirou do nada a menina Greta Thunberg e a guindou ao topo da bajulação internacional

 

A máquina midiática revolucionária cria e destrói ídolos da noite para o dia, de acordo com seus próprios interesses. Se prosseguir nesse rumo e nesse sistema, certamente projetará ainda muitos desses mitos fabricados, enquanto omitirá quem de fato merece elogios. Quem consegue obter na mídia, por exemplo, informações abundantes e seguras sobre os produtores brasileiros? No entanto, esses heróis anônimos já alimentam um bilhão e meio de pessoas em todo o mundo.

 

Até mesmo governantes estrangeiros nos açoitam, alegando uma mal fundamentada defesa do meio-ambiente. E as tubas de papel ou digitais preferem vergastar nossos produtores de alimentos, que vêm sustentando a humanidade. Como poderão conciliar toda essa má vontade em relação a esses produtores, quando é previsto para os próximos cinquenta anos o aumento da população mundial para nove bilhões de pessoas? De onde tirar alimentos para mais dois bilhões?

 

Um exemplo muito característico desses ídolos mitificados, criado para a finalidade específica de condenar o 'aquecimento global', é a menina Greta Thunberg. A mídia mundial tirou do nada uma 'pirralha' e a guindou ao topo da bajulação internacional, a ponto de transformá-la em 'personagem do ano' da revista Time. Conseguiram que ela memorizasse alguns chavões ambientalistas, para depois soltá-los a todos os ventos nos microfones que essa mesma mídia lhe disponibiliza sem restrições nem limites. Depois de muito ensaio, parece que ela consegue interpretar bem o papel que lhe confiaram, a ponto de afrontar chefes de Estado, personalidades e cientistas. Não causa surpresa que até o Papa Francisco, autor de um documento de caráter ecologista, faça eco às palavras dela.

 

Os incêndios na Austrália devastaram uma área quase equivalente à de Portugal, matando dezenas de pessoas e mais de um milhão de animais típicos da região. Isso representa muito mais do que a área realmente desflorestada na nossa Amazônia em 2019.

 

Em se tratando de uma menor de idade, a exploração que se faz de Greta deveria gerar protestos mundiais, além de um processo no alto-comissariado dos Direitos Humanos da ONU, por crime de uso indevido de menores. Mas protestos e processos, quando existem, geralmente têm os mesmos centros de autoria e divulgação.

 

Ao que tudo indica, o personal trainer de Greta se esqueceu de avisá-la sobre os incêndios na Austrália. No entanto, eles já devastaram uma área quase equivalente à de Portugal, matando dezenas de pessoas e mais de um milhão de animais típicos da região. Isso representa muito mais do que a área realmente desflorestada na nossa Amazônia em 2019.

 

Esqueceram-se de informá-la também de que em 2019 a indústria automobilística do Brasil produziu apenas 2,8 milhões de veículos, enquanto a China fabricou 28 milhões (dez vezes mais). Juntando esses dados com muitos outros, amplamente conhecidos, a China ostenta o título de país mais poluído e mais poluidor do planeta. Mas a China goza do privilégio de ser intocável.

 

Ambientalistas do mundo inteiro, acordem! Prestem atenção na realidade tal qual ela é, e deixem de sustentar mitos e mentiras.

 

 

 

Faça sua doação para ajudar nossa luta em nosso site, http://www.paznocampo.org.br

Recomende a seus amigos o 'Paz no Campo'

SEM MEDO DA VERDADE
O Boletim 'Sem Medo da Verdade” é enviado a pessoas cadastradas ou indicadas.
Se não deseja recebe-lo, ou considera que foi cadastrado indevidamente, por favor, clique aqui para remover


Príncipe Dom Bertrand sem meias palavras: Lula livre, Ideologia de gênero e muito mais

domingo, 8 de março de 2020

Príncipe Dom Bertrand sem meias palavras: Lula livre, Ideologia de gênero e muito mais


❖ DOMINGO, 8 DE MARÇO DE 2020POSTAGEM:1454


Convite: Conferência Um Balanço sobre o Sínodo da Amazônia

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Com o Concílio Vaticano II e o surgimento da chamada Teologia da Libertação (TL), o progressismo dentro da Igreja tomou nova força e novos contornos.


❖ TERÇA-FEIRA, 12 DE NOVEMBRO DE 2019POSTAGEM:1453


Bolsonaro sanciona lei que dá direito a posse de arma em área rural

quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Ao reassumir a Presidência da República, Jair Bolsonaro sancionou, na tarde desta terça-feira (17/9), durante uma solenidade no Palácio da Alvorada, o Projeto de Lei nº 3.715/19,que prevê a posse de arma em toda a extensão de uma propriedade rural.


❖ QUARTA-FEIRA, 18 DE SETEMBRO DE 2019POSTAGEM:1452


Cruzada de oração e jejum pelo Sínodo na Amazônia

terça-feira, 17 de setembro de 2019

Cardeal Burke e Dom Athanasius propõem uma cruzada de oração e jejum pelo Sínodo na Amazônia.Cardeal Burke e Dom Athanasius propõem uma cruzada de oração e jejum pelo Sínodo na Amazônia.


❖ TERÇA-FEIRA, 17 DE SETEMBRO DE 2019POSTAGEM:1451


A preservação da Amazônia

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Os grandes poluidores somem de cena e surge o Brasil como culpado pelos males ambientais


❖ SEGUNDA-FEIRA, 19 DE AGOSTO DE 2019POSTAGEM:1450


Conferência do Deputado Eduardo Bolsonaro

sábado, 4 de maio de 2019

A conferência do Deputado Eduardo Bolsonaro está confirmada para o dia 09 de maio. Atendendo a um pedido do deputado, tivemos que ANTECIPAR O INÍCIO PARA 18:00 HORAS.


❖ SÁBADO, 4 DE MAIO DE 2019POSTAGEM:1449


Contra a bioadversidade

sexta-feira, 3 de maio de 2019

Nas áreas rurais, nas periferias urbanas e na produção agropecuária, os brasileiros enfrentam uma dura e cotidiana batalha contra a bioadversidade.


❖ SEXTA-FEIRA, 3 DE MAIO DE 2019POSTAGEM:1448


Bolsonaro ao lado de indígenas

segunda-feira, 22 de abril de 2019

Bolsonaro ressaltou que, se as comunidades indígenas quiserem, devem ter liberdade para produzir e obter recursos minerais no território.


❖ SEGUNDA-FEIRA, 22 DE ABRIL DE 2019POSTAGEM:1447


MPF não respeita a propriedade

terça-feira, 19 de março de 2019

Justiça nega pedido de proprietários rurais para impugnar demarcação de terra indígena. MPF defende direito preexistente dos índios sobre terras que tradicionalmente ocupam e que prevalece sobre o título de posse


❖ TERÇA-FEIRA, 19 DE MARÇO DE 2019POSTAGEM:1446


Nos bastidores, sem demarcação

segunda-feira, 18 de março de 2019

“Pelo que entendi do governo não haverá mais demarcações no Paraná”, diz Sérgio Souza


❖ SEGUNDA-FEIRA, 18 DE MARÇO DE 2019POSTAGEM:1445


MST: atuação ilegal e doutrinação de crianças

sábado, 16 de fevereiro de 2019

A imprensa informa que Luiz Antonio Nabhan Garcia [foto abaixo], Secretário Especial de Assuntos Fundiários do governo Bolsonaro, pretende fechar escolas dirigidas pelo MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem terra) por evidente doutrinação ideológica feita nos locais.


❖ SÁBADO, 16 DE FEVEREIRO DE 2019POSTAGEM:1444


O Sínodo sobre a Amazônia e a soberania nacional

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Acabou acontecendo. Sendo o Brasil um Estado que se declara laico, está agora envolvo num turbilhão internacional de fundo religioso que poderá custar sua soberania sobre a Amazônia.


❖ QUARTA-FEIRA, 13 DE FEVEREIRO DE 2019POSTAGEM:1443


Legislação trabalhista no campo é inadequada

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Legislação trabalhista no campo é inadequada


❖ QUINTA-FEIRA, 31 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1442


Bolsonaro em Davos

domingo, 27 de janeiro de 2019

Bolsonaro em Davos


❖ DOMINGO, 27 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1441


Ministro do Meio Ambiente critica multa milionária a índios

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Ministro do Meio Ambiente critica multa milionária a índios que plantam transgênicos


❖ QUINTA-FEIRA, 24 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1440


Farms here, forest there

domingo, 20 de janeiro de 2019

Farms here, forest there


❖ DOMINGO, 20 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1439


Entrevista no Canal do Boi

sábado, 19 de janeiro de 2019

Zebu Para o Mundo


❖ SÁBADO, 19 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1438


Discurso do chanceler, reação das esquerdas e missão do Brasil

sábado, 12 de janeiro de 2019

O discurso de posse do chanceler Ernesto Araújo ecoou pela mídia nacional e internacional e estabeleceu um marco divisório entre a ruptura dos 13 anos petistas com a tradição brasileira e a nova fase que se inicia.


❖ SÁBADO, 12 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1437


43 - Meio Ambiente - Evaristo de Miranda (Embrapa)

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Assista a "43 - Meio Ambiente - Evaristo de Miranda (Embrapa)" no YouTube


❖ SEXTA-FEIRA, 11 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1435


General Heleno - índios não precisam de tratamento diferenciado

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

General Heleno diz que índios não precisam de tratamento diferenciado


❖ QUINTA-FEIRA, 10 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1434


Reforma agrária e demarcações serão revistas

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Reforma agrária e demarcações serão revistas


❖ TERÇA-FEIRA, 8 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1433


Estado criminoso desarmando o cidadão

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

O Estado foi criminoso quando desarmou o cidadão sem condições de desarmar o bandido


❖ SEGUNDA-FEIRA, 7 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1432


PT seita comunista

sábado, 5 de janeiro de 2019

Entrevista do programa Zebu Para o Mundo realizada em 25/12/2018


❖ SÁBADO, 5 DE JANEIRO DE 2019POSTAGEM:1431


Importância do marco temporal

segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

O magistrado se baseou no critério do "marco temporal", que só reconhece o direito indígena de terras onde as comunidades tradicionais estavam presentes no ano de 1988.


❖ SEGUNDA-FEIRA, 24 DE DEZEMBRO DE 2018POSTAGEM:1430


Prof. Molion: o aquecimento global e as falcatruas em torno dele

sábado, 15 de dezembro de 2018

Prof. Molion: o aquecimento global e as falcatruas em torno dele


❖ SÁBADO, 15 DE DEZEMBRO DE 2018POSTAGEM:1429


O presidente e a Amazônia

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Desafio é fazer cumprir o Código Florestal e garantir a gestão das áreas já atribuídas


❖ QUARTA-FEIRA, 7 DE NOVEMBRO DE 2018POSTAGEM:1428


Bolsonaro venceu em dioceses governadas por bispos amigos do PT

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Bolsonaro venceu com folga em dioceses governadas por bispos próximos do PT ou que se engajaram na campanha de Haddad


❖ SEGUNDA-FEIRA, 5 DE NOVEMBRO DE 2018POSTAGEM:1427


Telegrama do IPCO ao Presidente eleito Jair Bolsonaro

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Telegrama do IPCO ao Presidente eleito Jair Bolsonaro


❖ QUARTA-FEIRA, 31 DE OUTUBRO DE 2018POSTAGEM:1426


Comunicado do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Comunicado do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira.


❖ TERÇA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO DE 2018POSTAGEM:1425